GoiásFomento liberou R$ 27,2 milhões em financiamentos no 1º semestre de 2024

No período a instituição financeira realizou a Semana do Crédito nas cidades do interior com oferta de crédito a empreendedores de todas as regiões do Estado

O Governo de Goiás, por meio da GoiásFomento, liberou R$ 27, 2 milhões em financiamentos no primeiro semestre de 2024. Os recursos aplicados foram oriundos do Fundo Geral do Turismo (Fungetur), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e da Agência de Fomento. Ao todo, nos seis primeiros meses do ano, foram firmados 627 contratos. A instituição financeira promoveu no período a Semana do Crédito em 22 cidades, de todas as regiões goianas, com total de 2.881 empreendedores atendidos.

O diretor administrativo e financeiro e presidente interino da GoiásFomento, Lucas Fernandes Andrade, avalia o desempenho da Agência no primeiro semestre de 2024 “com entusiasmo ao ver que o serviço planejado dá resultado”. Ele lembrou que, de acordo com as diretrizes do governador Ronaldo Caiado, a GoiásFomento desempenha sua atividade, com a liberação de crédito com juros subsidiados aos empreendedores goianos. “Os números refletem isso: o volume de atendimento e os recursos disponibilizados demonstram esse crescimento e melhora do resultado”, avaliou.

Estratégia
No ano passado, a GoiásFomento liberou R$ 40,79 milhões com 1.035 contratos de financiamento firmados. Lucas Fernandes assegura que a equipe da instituição financeira vai se esforçar para garantir bom resultado no segundo semestre deste ano, e superar o desempenho verificado em 2024. O presidente em exercício adiantou que a estratégia será manter o trabalho que está dando certo, principalmente por meio das parcerias com o Sebrae-GO, prefeituras municipais e entidades empresariais.

Outra ação importante é a Semana do Crédito, realizada nas cidades do interior, que contribui para aproximar a Agência de Fomento dos microempreendedores individuais (MEIs), micro, pequenos e médios produtores e empresários locais. Nesses eventos, os empreendedores recebem informações sobre as linhas de crédito disponíveis e como pleitear o financiamento. Além disso, uma equipe de técnicos promove visitas in loco nos estabelecimentos.

A empresária Genicleide França, proprietária da Cleidoca Modas, de Caldas Novas, contou com o suporte financeiro da Agência de Fomento para abrir uma loja de roupas. Ela disse que há muitos anos tinha o sonho de ser comerciante e conseguiu realizá-lo. “Fiquei sabendo da GoiásFomento, fui lá e eles me ajudaram muito, me dando força, me incentivando. Tive o suporte financeiro que precisava”, relatou. Genicleide afirmou que pensou em desistir, mas teve o apoio da Agência de Fomento e agora está com a loja montada.

Foto: André César

Agência de Fomento de Goiás – Governo de Goiás

Compartilhe seu amor
Alan Ribeiro
Alan Ribeiro

Alan inicia seus trabalhos com o único objetivo, trazer a todos informação de qualidade, com opinião de pessoas da mais alta competência em suas áreas de atuação.

Artigos: 15619