Projeto de educação ambiental de colégio estadual é selecionado para o prêmio Liga Steam

Experiência pedagógica foi classificada para a semifinal concorrendo com outras 800 propostas inscritas e entra agora na fase de execução

Um projeto de educação ambiental proposto pelo Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Osório Raimundo de Lima, em Iporá, é uma das 150 propostas selecionadas para a segunda etapa do prêmio Liga Steam.

O trabalho foi elaborado pela professora Daniela Cristina de Sousa Marques e será desenvolvido no segundo semestre deste ano com a turma da 2ª série do Ensino Médio. Formada em Matemática, Física e Pedagogia, ela atualmente é professora de Robótica Educacional e laboratorista na instituição de ensino.

“O nosso projeto consiste em desenvolver a educação ambiental por meio de jogos educativos na plataforma Scratch e da construção de lixeiras para estimular a coleta seletiva”, explica a educadora.

Daniela conta que o primeiro passo da ação pedagógica será a oferta de uma formação para os alunos da unidade escolar para conscientizá-los sobre a importância da coleta seletiva e da reciclagem de materiais e para que eles aprendam a desenvolver um jogo educativo utilizando a linguagem de programação em bloco (Scratch).

Panfletos e lixeiras
Ainda na parte prática serão realizadas visitas guiadas ao parque municipal e ao aterro sanitário da cidade, onde serão produzidos registros fotográficos e vídeos. De acordo com a professora, também serão confeccionados panfletos educativos para distribuição no Cepi e na cidade.

“Em seguida vamos propor o desenvolvimento de, pelo menos, três jogos virtuais com essa temática e os estudantes irão confeccionar as lixeiras a partir do reaproveitamento de latas e canos de PVC”, comenta Daniela.

Selecionado dentre outras 800 experiências inscritas, o projeto será finalizado em setembro com uma apresentação para todos os alunos e professores da unidade escolar e de outras instituições de ensino da rede municipal. “Essa iniciativa tem o intuito de promover a Educação ambiental em nossa comunidade e eu fiquei muito feliz com o fato de uma escola do interior de Goiás alcançar essa visibilidade tão importante”, diz a professora.

A segunda etapa do prêmio Liga Steam selecionará 10 projetos entre os 150 escolhidos. Estão no páreo unidades escolares dos estados do Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, São Paulo, Tocantins e Distrito Federal. O resultado final será divulgado no dia 22 de novembro.

Sobre o prêmio
O prêmio Liga Steam é uma iniciativa de alcance nacional da Fundação ArcelorMittal, realizada desde 2023 em parceria com a Fundação Banco do Brasil, AVSI Brasil e Tríade Educacional, e seu objetivo é reconhecer e valorizar a implementação da abordagem Steam em sala de aula e incentivar o engajamento de estudantes e professores na busca de soluções para os desafios de suas comunidades.

A edição deste ano, que tem como tema ‘Pensar Agora nos Limites do Planeta é Bom Pro Mundo’, está focada nas discussões sobre as mudanças climáticas que nortearão a COP 30 (Conferência das Nações Unidas Sobre as Mudanças Climáticas), que será realizada em Belém (Pará) em novembro de 2025.

Foto: Divulgação

Secretaria de Estado da Educação – Governo de Goiás

Compartilhe seu amor
Alan Ribeiro
Alan Ribeiro

Alan inicia seus trabalhos com o único objetivo, trazer a todos informação de qualidade, com opinião de pessoas da mais alta competência em suas áreas de atuação.

Artigos: 15619