Governo de Goiás busca apoio de empresas e artistas para casa de apoio a pacientes do Cora

Unidade será chamada ‘Lar de Amor’ e será construída em área anexa ao hospital; objetivo é acolher pacientes em tratamento contra o câncer que vivem em municípios distantes de Goiânia, além de familiares

Para oferecer maior suporte aos pacientes em tratamento contra o câncer no futuro Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás (Cora), o governo vai construir uma casa de apoio com 50 quartos de hospedagem. A ideia foi apresentada a empresários nesta quinta-feira (02/05) pelo governador Ronaldo Caiado, já que a expectativa é que a iniciativa privada financie 100% da obra, orçada em R$ 12 milhões.

“Hoje trouxemos vários empresários e entidades de classe para conhecer esse projeto, que consiste em abrigar as famílias dos pacientes para a criança não ficar isolada”, detalhou Caiado. “Como médico, sei que quando o paciente é tratado ao lado do pai e da mãe, tem uma capacidade de recuperação muito maior”, frisou. Além de hospedagem, o espaço deve ofertar alimentação, atividades escolares e suporte psicossocial, entre outros benefícios.

A mobilização tem sido conduzida pela primeira-dama e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Gracinha Caiado, em conjunto com a fundação. “As crianças precisam de muito mais que o tratamento. Elas precisam do apoio das suas famílias. Por isso, eu estou pedindo a todos os empresários, médicos e artistas que estejam conosco”, explicou ela. “Os pacientes do Cora e suas famílias vão encontrar no futuro lar um local de acolhida, um local onde o medo e a incerteza poderão ser substituídos pela esperança e pela solidariedade”, completou.

Inspiração para o projeto goiano, o Lar de Amor de Barretos (SP) é vinculado ao Hospital de Amor. Henrique Prata, presidente da Fundação Pio XII, organização da sociedade civil responsável pela construção do Cora, afirmou que espera contribuições para acelerar a construção da unidade goiana. “A casa será feita pela sociedade, com apoio da família sertaneja e outros artistas”, disse.

Na cidade paulista, empresas doaram R$ 9 milhões para levantar e mobiliar a casa de apoio, sendo que somente o Instituto Ronald McDonald realizou o aporte de R$ 7 milhões. A unidade possui 32 apartamentos. Uma equipe liderada pelo secretário de Saúde, Rasível dos Santos, fez visita técnica ao local nesta semana.

Cora
A construção do Cora, às margens da BR-153, na capital, atingiu a marca de 50% de execução. Neste momento estão em implantação rede de esgoto, tubulações de água, sistema de prevenção e combate a incêndios, piso, sistema de ar-condicionado e instalações elétricas. A unidade terá 148 leitos, dos quais a primeira parte será entregue ainda este ano, na ala pediátrica.

Fotos: Lucas Carvalho

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Compartilhe seu amor
Alan Ribeiro
Alan Ribeiro

Alan inicia seus trabalhos com o único objetivo, trazer a todos informação de qualidade, com opinião de pessoas da mais alta competência em suas áreas de atuação.

Artigos: 15228