AGR abre 26 novas linhas de transporte intermunicipal

Novas autorizações da AGR oferecem alternativas de ligações diretas entre as regiões, acompanhando o desenvolvimento do estado

Trechos estavam desassistidos ou com serviços precários

A Agência Goiana de Regulação (AGR) já colocou em operação 26 linhas de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros em todas as regiões do estado, com a habilitação de empresas para a prestação dos serviços essenciais à população em editais de chamamento público. Outras 13 linhas foram autorizadas pelo Conselho Regulador e aguardam apenas providências por parte das empresas para entrar em operação. Entre elas estão duas linhas que vão atender o município de Cavalcante e a região da Chapada dos Veadeiros fazendo a ligação com a capital do estado.

Os três editais foram lançados em 2023 para atender linhas que estavam abandonadas ou com serviços precários. O presidente da AGR, Wagner Oliveira Gomes, observa que por muito tempo a Agência ficou impedida de conceder novas autorizações. “O estado se desenvolveu e ampliou a sua malha viária para muito além das estradas radiais que ligavam a capital às diferentes regiões, e é preciso acompanhar esse desenvolvimento, oferecendo alternativas de ligações diretas entre as regiões em todos os sentidos”, afirma.

É importante ressaltar que após a aprovação pelo Conselho Regulador dos pedidos das empresas para exploração das linhas, há um trâmite que as empresas precisam cumprir junto à AGR, como o cadastramento dos veículos que vão ser utilizados nas operações, vistorias, pagamento de outorga e outros.

Nos próximos dias, as linhas remanescentes dos três editais e novas demandas apresentadas pelos municípios serão objeto de um edital único para habilitação de novos investidores no sistema de transporte intermunicipal de passageiros em Goiás.

Linhas atendidas
O primeiro chamamento público disponibilizou 61 linhas de ônibus, e, destas, 37 foram solicitadas por empresas interessadas, sendo que 6 empresas foram habilitadas. No total, foram assinados 20 termos de autorização. Até o momento, 10 dessas linhas entraram em operação pela empresa Primeira Classe, 1 pela Fly Transportes Eireli, 6 pela Cooperativa de Transportes e Turismo de Cidade Ocidental, 1 pela Alves Rocha & Silva, 1 pela Bozolino Transportes Eireli, 1 pela Expresso Marly e 2 pelo Expresso Itamarati Ltda.

O segundo edital disponibilizou 13 linhas, para as quais duas empresas se habilitaram: a Real Maia e a Rio Novo Transportes e Turismo Ltda, ambas para operação da linha Goiânia a Aragarças (via Iporá e Piranhas).

Já o terceiro edital disponibilizou 14 linhas para os investidores, tendo sido autorizadas até o momento quatro linhas para duas empresas: a Primeira Classe, que vai operar as linhas Itumbiara a Caldas Novas (via Buriti Alegre) e Itumbiara a Caçu (via Cachoeira Dourada); e a Real Expresso, que fará as linhas Goiânia a Cavalcante (via Anápolis e Niquelândia) e Goiânia a Cavalcante (via Anápolis e Alexânia).

Fotos: AGR

Novas autorizações da AGR oferecem alternativas de ligações diretas entre as regiões, acompanhando o desenvolvimento do estado

Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) – Governo de Goiás

Compartilhe seu amor
Alan Ribeiro
Alan Ribeiro

Alan inicia seus trabalhos com o único objetivo, trazer a todos informação de qualidade, com opinião de pessoas da mais alta competência em suas áreas de atuação.

Artigos: 15228