Prosperidade goiana no ritmo chinês

Joel de Sant’Anna Braga Filho

Goiás, indubitavelmente, caminha em direção a um futuro internacional próspero. O progresso alcançado no governo de Ronaldo Caiado tem sido notável, mas abandono parte da modéstia ao dizer que alcançamos um novo apogeu. Na área do comércio exterior, a missão à China, em novembro de 2023, certamente pavimentou a rota que traçamos agora. Marcos importantes foram estabelecidos pela visita do governador, suficientes para estreitar os laços com o gigante asiático, aumentando as relações comerciais com o país que mais se desenvolve no mundo e que atualmente compra mais de 50% de tudo o que Goiás exporta.

A missão empreendida neste mês de junho foi repleta de negociações e compromissos estratégicos e também históricos, consolidando parcerias auspiciosas. Considero como ápice o tratado com o porto alfandegário de Xiong’an, que permitiu a criação de um escritório goiano na zona portuária chinesa.

Compartilhando espaço com o Grupo Porto Seco de Anápolis, este gabinete se tornará um centro logístico internacional, atraindo novos negócios, investimentos e facilitando o comércio exterior como um todo. É válido ainda ressaltar que o sucesso de um goiano à frente de uma empresa chinesa como a BYD facilita as negociações ao ponto do projeto ser totalmente custeado pelos anfitriões. Mas esse é apenas um dos resultados concretos advindos da missão à China. Voltamos com muito mais novidades na bagagem.

É também destaque o acordo firmado com a Universidade de Hebei, que tornará Goiás o principal polo da medicina tradicional chinesa em toda a América Latina. Os ensinamentos milenares serão difundidos a partir de uma colaboração com a Universidade Federal de Goiás (UFG), por meio do Instituto Confúcio e da produção de fármacos baseados na medicina oriental pelas indústrias farmoquímicas de Anápolis.

Outro avanço significativo no setor foi o acordo com a Zhonghong, a maior indústria chinesa de material cirúrgico. A empresa, que produz 10 milhões de luvas por dia, além de seringas e cateteres, escolheu Goiás para estabelecer suas operações no Brasil. A utilização do Porto Seco de Anápolis para a distribuição dos produtos da Zhonghong não apenas fortalece nosso setor industrial, mas também demonstra a confiança que players internacionais proeminentes depositam em Goiás.

Já na área da mineração, firmamos um protocolo com a Associação Sino-Brasileira de Mineração (ASBM) para a realização de um levantamento geofísico detalhado do território, dentro do Plano Estadual de Recursos Minerais (Perm). Esta resolução garante o fortalecimento do setor, promovendo a evolução sustentável com o uso de tecnologias avançadas.

No caminho certo, Goiás segue rumo a um desenvolvimento sem precedentes. Nossa parceria com a China, uma potência global, representa um símbolo de amizade, cooperação e, acima de tudo, de um futuro repleto de boa fortuna para todos os goianos.

Joel de Sant’Anna Braga Filho é secretário estadual de Indústria, Comércio e Serviços de Goiás
Compartilhe seu amor
Alan Ribeiro
Alan Ribeiro

Alan inicia seus trabalhos com o único objetivo, trazer a todos informação de qualidade, com opinião de pessoas da mais alta competência em suas áreas de atuação.

Artigos: 15619