Temporais no RS: bombeiros de Goiás partem em missão de ajuda humanitária

Equipe deixou a sede do 1º Batalhão do CBMGO, em Goiânia, nesta sexta-feira (03/05), com destino a Caxias do Sul

Seis viaturas do Corpo de Bombeiros de Goiás (CBMGO) pegaram a estrada nesta sexta-feira (03/05) em direção a Caxias de Sul para auxiliar as vítimas dos temporais que afetam o Rio Grande do Sul. Ao todo, cinco caminhonetes e um caminhão partiram do 1º Batalhão do CBMGO, no Setor Central, em Goiânia, e vão percorrer uma distância de 1.744 quilômetros, levando 21 militares, 4 cães e 4 embarcações de salvamento.

“Atuaremos inicialmente em uma área de região serrana, onde possivelmente existem pessoas soterradas. Mais que uma missão militar, essa ação é uma devoção divina que fazemos, ajudando quem mais precisa”, enfatizou o Tenente Coronel Marcus Vinicius Borges Silva, que chefia o grupo. A chegada a Caxias do Sul está prevista para o fim da manhã de sábado (04/05). As primeiras equipes do CBMGO que partiram de Goiânia estão preparadas para permanecer 10 dias no Rio Grande do Sul. Uma equipe extra ficará de prontidão na capital.

A ajuda foi determinada na última quinta-feira (02/05) pelo governador Ronaldo Caiado. “Agora é o momento de todo o país se unir para ajudar nossos irmãos do Rio Grande do Sul”, declarou ele, em vídeo publicado nas redes sociais. “Estabelecemos um gabinete de crise para gerenciar a situação com a parceria do Conselho Nacional dos Bombeiros Militares do Brasil”, acrescentou Caiado. “Contem com o estado de Goiás e com a solidariedade do povo goiano”, finalizou.

Ajuda goiana
O grupo enviado ao RS é formado por 13 especialistas em salvamento em áreas deslizadas e colapsadas, quatro mergulhadores de segurança pública e quatro especialistas cinotécnicos (que trabalham com cães). A chegada das equipes a Caxias do Sul está prevista para o final da manhã de sábado (04/05).

Além das equipes do Corpo de Bombeiros locais, o Rio Grande do Sul já conta com a colaboração de bombeiros de Santa Catarina, São Paulo e Paraná. Estão em deslocamento, além de Goiás, equipes de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e do Rio de Janeiro.

De acordo com a Defesa Civil gaúcha, 235 municípios foram afetados pelas chuvas com mais de 23 mil moradores desalojados. Até o momento, os temporais deixaram pelo menos 37 mortos, além de 74 desaparecidos.

Fotos: Wesley Costa

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Compartilhe seu amor
Alan Ribeiro
Alan Ribeiro

Alan inicia seus trabalhos com o único objetivo, trazer a todos informação de qualidade, com opinião de pessoas da mais alta competência em suas áreas de atuação.

Artigos: 15591