15 dicas para evitar acidentes de trabalho com a rede elétrica

Você sabia que um poste não tem somente fios da rede de energia? Em muitos casos, as estruturas são divididas com empresas de telecomunicações, que compartilham o espaço com cabos de internet e telefone. Quando são necessários reparos, técnicos sobem nos postes para fazer os ajustes. Só que esta ação, tão comum no dia a dia, requer cuidados especiais. No próximo domingo, 28 de abril, é celebrado Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, por isso, a Equatorial Goiás chama a atenção para a segurança dos profissionais que trabalham próximo à rede elétrica. A conscientização sobre os riscos é fundamental, assim como medidas para prevenir acidentes que podem ser fatais. De acordo com a Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), o número de acidentes com choque elétrico no Brasil aumentou 15% no ano passado, com relação ao mesmo período do ano anterior. Foram 986 registros em 2023.

A Equatorial Goiás mantém a vigilância com todos os seus colaboradores. Periodicamente promove palestras, eventos e trocas de ideias para alertar sobre a importância da atenção ao trabalhar próximo da rede elétrica. A distribuidora adota rigorosos padrões de segurança que incluem o uso de equipamentos de segurança, indispensáveis para a rotina dos seus funcionários. Eles ajudam a garantir um dia a dia saudável e sem riscos.

Os cuidados da concessionária não são restritos somente aos seus colaboradores. O executivo de segurança do trabalho da Equatorial Goiás, Alex Fernandes, destaca que a companhia promove também orientações para profissionais terceirizados e de empresas de telecomunicações. “A segurança em relação à rede elétrica é uma questão crucial e deve ser abordada com muita seriedade. Acidentes envolvendo eletricidade podem ter consequências graves, incluindo ferimentos e até mesmo perda de vidas. Por isso, estamos sempre alertando, orientando e esclarecendo dúvidas dos profissionais”, reforça Alex.

O executivo de segurança lembra que, dependendo do nível de tensão da rede, basta se aproximar da fiação elétrica para receber uma descarga. Em alguns casos, não é necessário nem encostar nos cabos. “Na construção civil, esses acidentes são mais comuns. Vale destacar que em obras irregulares, os proprietários tentam se aproveitar ao máximo do espaço com avanços irregulares dos sobrados em direção à rede elétrica. Sem um planejamento, as construções podem ficar muito próximas dos fios. Com isso, os acidentes podem acontecer ao ajustar ou consertar uma antena, por exemplo. Assim, é necessário, antes de construir, conhecer os riscos e obedecer aos padrões construtivos”, destaca o executivo.

Para evitar as fatalidades e garantir a segurança e o bem-estar dos clientes, a Equatorial Goiás reforça dicas essenciais:

  • Somente os profissionais da Equatorial podem intervir na rede elétrica. E lembre-se de instruir os profissionais que vão trabalhar próximo a rede sobre os perigos e riscos com eletricidade;
  • Mantenha distância segura da fiação elétrica ao transportar materiais e equipamentos;
  • Evite instalar andaimes próximos à rede elétrica;
  • Respeite o distanciamento técnico ao realizar obras próximas ou abaixo da rede elétrica;
  • Mantenha distância segura da rede ao construir ou reformar lajes e telhados;
  • Instale antenas longe da rede elétrica para reduzir o risco de acidentes;
  • Pintores devem ter cuidado ao trabalhar perto da rede elétrica;
  • Avise à distribuidora sobre qualquer trabalho em fachadas antes de iniciar a atividade;
  • Em caso de queda de antena na rede elétrica, não tente recuperá-la;
  • Use sempre equipamentos de proteção individual (EPI) ao realizar qualquer obra próxima à rede elétrica;
  • Mantenha-se atento à proximidade da rede elétrica ao trabalhar com escadas, vergalhões e canos metálicos;
  • Esteja ciente dos riscos e das normas regulamentadoras ao realizar qualquer atividade próxima à rede elétrica.

Os cuidados são essenciais também para as atividades agrícolas:

  • Ao operar o trator ou arado, desvie dos cabos que seguram os postes, evitando cortá-los ou movê-los de lugar;
  • Ao passar debaixo dos fios da rede elétrica, abaixe as barras do pulverizador. Caso identifique fios baixos, entre em contato com a concessionária de energia imediatamente;
  • Evite parar a colheitadeira debaixo da rede elétrica e não suba na máquina próximo aos fios. Ao identificar cabos baixos, acione a concessionária o quanto antes.

Fale com a distribuidora

Para registrar qualquer ocorrência, o cliente deve entrar em contato pelos canais oficiais de atendimento da Equatorial Goiás:

  • Aplicativo Equatorial Goiás, disponível para download no Android e iOS;
  • Agência virtual no site http://www.equatorialenergia.com.br;
  • Call Center 0800 062 0196;
  • Atendente Virtual Clara no WhatsApp (91) 3217-8200

Sobre a Equatorial Goiás
A Equatorial Goiás é uma empresa que pertence à holding Equatorial Energia, 3º maior grupo de distribuição de energia do País, com 7 concessionárias que atendem cerca de 13 milhões de clientes. Somente em Goiás são cerca de 3,5 milhões de clientes, localizados em 237 municípios do Estado e abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de uma área de 336.871 km².

Compartilhe seu amor
Alan Ribeiro
Alan Ribeiro

Alan inicia seus trabalhos com o único objetivo, trazer a todos informação de qualidade, com opinião de pessoas da mais alta competência em suas áreas de atuação.

Artigos: 15304