Governo de Goiás lança licitação para expansão do Daia, em Anápolis

Capacidade de gerar empregos e realizar investimentos no curto prazo estão entre itens com maior pontuação para classificação dos interessados nas áreas da Plataforma Logística Multimodal do Distrito (DaiaPlam)

O Governo de Goiás lançou edital de licitação especial para a definição das empresas que vão ocupar as áreas da Plataforma Logística Multimodal do Distrito Agroindustrial de Anápolis (DaiaPlam). O documento, elaborado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), apresenta critérios técnicos de pontuação para a classificação dos interessados, de acordo com sua capacidade de contribuir para o desenvolvimento do estado. A abertura das propostas será dia 28 de maio, às 9h, na sede da Codego.

Os novos lotes estão localizados em um terreno de 1,7 milhão de metros quadrados (m²), com toda infraestrutura necessária para abrigar cerca de 100 empreendimentos. “As empresas vão ocupar uma área privilegiada, e faremos uma avaliação rigorosa dos interessados para que a instalação realmente funcione dentro daquele prazo e com o objetivo determinado”, anunciou o governador Ronaldo Caiado, durante evento em Anápolis na última sexta-feira (12/04).

Dentre os critérios classificatórios estão a capacidade de geração de emprego; a viabilidade econômica e financeira; o índice de encadeamento econômico; além da observância de práticas relacionadas à sustentabilidade ambiental e à inovação tecnológica. “A essência do processo é perseguir critérios que identificamos como mais relevantes para transformar a expansão do Daia em realidade no menor tempo possível”, ressalta o secretário da Infraestrutura, Pedro Sales. “Teremos um ranking dos melhores classificados, assegurando a escolha daqueles com maior potencial para gerar novos postos de trabalho e de promover investimentos no curto prazo”.

Empresas já instaladas no Daia, que pretendem expandir, também podem pleitear novas áreas. Quem apresentou requerimentos anteriores à Companhia deve participar da licitação, que passa a ser o meio de novas alienações nos distritos estaduais, conforme o Regulamento para Alienação de Áreas e Empreendimentos da Codego. “A criação do edital é uma iniciativa inovadora que garante transparência e lisura no processo de escolha das empresas que vão se instalar no DaiaPlam”, destaca o presidente da Codego, Francisco Jr.

Os interessados podem conferir o quadro de áreas disponíveis no DaiaPlam nos sites da Codego (http://www.codego.com.br) e da Seinfra (http://www.goias.gov.br/seinfra), junto ao Edital nº 001/2024. O Estado oferece subsídio de 50% sobre o valor de mercado dos terrenos, estimado em R$ 185,00 por m². Considerando a sua pontuação, a empresa classificada poderá alcançar ainda um desconto adicional de até 50%. Assim o custo final do metro quadrado vai oscilar entre R$ 92,50 e R$ 46,25.

Para participar da licitação, os candidatos devem examinar todas as instruções, condições, documentos padrões, exigências, leis, decretos, regulamentos, normas e especificações citadas no edital. As dúvidas podem ser enviadas para o e-mail licitacao.daiaplam@gmail.com. A abertura das propostas previstas no Edital do DaiaPlam será realizada em sessão pública, presencial, no auditório da Codego, em Goiânia. Após a homologação do resultado, a escolha das áreas será promovida, em nova sessão pública convocada pela Comissão, e obedecerá a ordem de classificação das empresas.

Fotos: Secom

Secretaria de Estado da Infraestrutura – Governo de Goiás

Compartilhe seu amor
Alan Ribeiro
Alan Ribeiro

Alan inicia seus trabalhos com o único objetivo, trazer a todos informação de qualidade, com opinião de pessoas da mais alta competência em suas áreas de atuação.

Artigos: 15181