Obras na região Noroeste reforçam sistema de abastecimento da capital

Com investimentos de R$ 45 milhões, trabalhos devem ser concluídos até o fim do ano, beneficiando 230 mil habitantes

Com foco na segurança hídrica, a Saneago segue investindo fortemente em obras para reforçar o abastecimento e acompanhar o crescimento populacional dos goianienses. Uma delas é a ampliação do sistema de água da região Noroeste da capital, que está em andamento e conta com investimentos de R$ 45 milhões.

Este trecho contempla a execução de duas grandes adutoras, além dos Centros de Reservação Paineiras, Recanto, Solar Ville 2 e Floresta, bem como dos Boosters Liberdade e Vera Cruz. Até o momento, as obras estão com 67% de execução e a previsão é que todos os trabalhos sejam concluídos até o fim deste ano. Após a finalização, serão beneficiados cerca de 230 mil habitantes.

Vale destacar que a Saneago tem feito um intenso planejamento para promover a integração dos sistemas produtores de água e a expansão das redes, alavancando o crescimento e o desenvolvimento de Goiânia. Com mais de uma década de antecedência ao prazo fixado pelo Novo Marco Legal do Saneamento (Lei nº 14.026/2020), o índice de atendimento com água tratada na capital já é de 100% (universalizado), enquanto a média brasileira está em 84%.

Intervenções programadas
Para possibilitar a interligação das novas adutoras ao Sistema Meia Ponte, algumas intervenções estão previstas para ocorrerem ainda neste semestre, com início no próximo fim de semana (19 e 20/04). Esta primeira etapa, com a interligação de uma tubulação de 8,9 km de extensão, permitirá que a água do Sistema Meia Ponte, tratada na Estação de Tratamento de Água (ETA) Meia Ponte, chegue até o Centro de Reservação Paineiras, atendendo cerca de 54 mil habitantes nos municípios de Goiânia, Trindade e Goianira.

A iniciativa vai aumentar significativamente a distribuição de água para a região, contribuindo não só para a regularidade no abastecimento, como também para o crescimento econômico e melhoria da qualidade de vida da população local.

É importante reforçar que as intervenções programadas provocam paralisações temporárias no sistema, sendo previamente divulgadas na imprensa local e nos canais oficiais de comunicação da Saneago, além de devidamente comunicadas aos entes reguladores. Em todos os casos, o bombeamento de água é retomado assim que o serviço é concluído. A normalização do abastecimento ocorre de forma gradual, à medida que as redes e os reservatórios são reabastecidos com água.

Consumo consciente
Nos períodos de intervenção, é essencial que a população colabore e faça o uso moderado da água armazenada nas caixas d’água dos imóveis, utilizando-a apenas para o essencial, até a recuperação completa do fornecimento. Essa medida é fundamental para contribuir com o abastecimento de todos, especialmente dos moradores das partes mais altas da cidade ou afastadas do local da intervenção, que levam mais tempo para ter o fornecimento totalmente restabelecido. Isso reduz o prazo para recuperação do sistema. Confira dicas de economia em http://www.saneago.com.br/dicas.

Imóveis com caixa-d’água bem dimensionada sentem com menos intensidade as alterações no fornecimento, sendo que grande parte nem é desabastecido. Vale ressaltar que, neste tipo de situação, a Saneago disponibiliza caminhões-pipa para reforçar o abastecimento de hospitais e Unidades Básicas de Saúde (UBS), por exemplo.

Fotos: Saneago

Nova estação irá dar segurança hídrica aos moradores

Saneago – Governo de Goiás

Compartilhe seu amor
Alan Ribeiro
Alan Ribeiro

Alan inicia seus trabalhos com o único objetivo, trazer a todos informação de qualidade, com opinião de pessoas da mais alta competência em suas áreas de atuação.

Artigos: 15619