Artigo

Júlio Páscoal: Corrupção X Queimadas

images (28)

O Brasil arde com o fogo criminoso para favorecer os desmatamentos e também nos porões da corrupção.

O meio ambiente, padece na ausência de políticas públicas sérias de um ministério omisso e com isso a Amazônia tem área desmatada no ano superior a extensão territorial das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.
Como se isso não bastasse as queimadas tomam conta de grande parte das florestas em todo território brasileiro e no Pantanal Mato-grossense destrói 1,8 milhões de hectares, correspondente a mil campos de futebol, demonstrando a fraqueza das ações coordenadas pela vice presidência da república.
O cenário devastador a que o país se submete nesse momento, tem afastado investimentos estrangeiros e também as exportações, o que sem dúvida poderá trazer prejuízos para a Balança Comercial Brasileira.
As fotos de satélites dissolvem o argumento contrário que o governo federal tem feito, desde que assumiu os destinos do país.
Para além das queimadas eis que voltam aos noticiários, denúncias de corrupção nos estados da federação e de modo particular no Rio de Janeiro, envolvendo o governador afastado, o vice e o prefeito.
Se por um lado o Rio de Janeiro se destaca como cidade maravilhosa, pela beleza marcante de sua natureza, de outro o coloca no epicentro da corrupção, deixando sua população sem saber a quem recorrer, principalmente nesse pleito eleitoral.
No meio desse furacão vem a tona notícias envolvendo o líder do governo na Câmara Federal, podendo com isso ampliar a instabilidade política, anteriormente vivenciada entre o centrão e palácio do planalto, uma vez que a sua indicação partiu desse bloco.
Infelizmente esta tem sido uma marca negativa no Brasil, nos últimos anos, pondo em xeque sua credibilidade e as medidas tomadas para retomada da economia.

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Adicionar comentário

Clique para comentar