Política

Patrícia Araújo, uma jornada dedicada ao social

IMG-20200721-WA0209

Patrícia Araújo nasceu Patrícia Helena de Souza, adotou o sobrenome Araújo de seu esposo. Nasceu em Lins, interior de São Paulo. Começou a trabalhar com 15 anos em uma fábrica de chocolates. E de lá para cá sempre exerceu uma atividade laboral.IMG-20200714-WA0212

Fez o curso de bombeiro civil, também com o objetivo de poder servir ao próximo, pois sua preocupação sempre foi e sempre será ajudar as pessoas, sobretudo as mais carentes. Graças a seu curso de bombeiro civil exerceu um importante trabalho social voluntária na defesa civil de Guarulhos.

IMG-20200714-WA0214

Em 2003 conheceu seu esposo e companheiro de jornada e de todas horas. Em 2006 mudou-se para Ipameri. Cidade que se apaixonou desde quando chegou. É  pre-candidata a Vereadora pelo PSC (partido que está filiada desde 2011). Trabalhou na administração atual em diversos setores dentre eles a arrecadação, no projeto AABB Social,  no Programa Bolsa Família e foi proprietária da Panificadora e Confeitaria Art Goiás. Desenvolve projetos sociais e tem em perspectiva a criação de uma ONG para incentivar e apoiar pessoas de baixa renda a melhorar sua situação.IMG-20200721-WA0208 É mãe de Bruno Henrique da Silva que é casado com Brenda Talissa de Araújo e avó de Breno Henrique da Silva Araújo, que nasceu em Ipameri, no Hospital São Paulo.

Diante desta situação de pandemia teve a ideia de criar um grupo de solidariedade onde muitas pessoas estão sendo ajudadas e outras também beneficiadas com ajudas do grupo, graças a liderança de Patrícia Araújo e sua preocupação com o próximo.

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Adicionar comentário

Clique para comentar