Cidades Judiciário

Prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin é afastado do cargo por decisão da Justiça

Na foto Cristóvão Tormin
Crédito:Y. Maeda
Na foto Cristóvão Tormin Crédito:Y. Maeda

Decisão do Tribunal de Justiça de Goiás estaria ligada às 16 denúncias de assédio sexual que Tormin é acusado.

Uma decisão do  Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) determinou o afastamento do prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin. A informação foi confirmada pela assessoria do presidente da Câmara de Vereadores do município, Felipe Mandú, que recebeu a notificação.

A decisão foi cumprida na manhã desta sexta-feira, 21, e tem o objetivo de evitar que o denunciado se utilize do cargo público para praticar novas condutas criminosas, e também para garantir a eficácia das investigações.

De acordo com a assessoria, a vice-prefeita, Edna Pereira ainda não tomou posse do cargo. O afastamento se dará pelo prazo de 120 dias, sem prejuízo do pagamento das remunerações. A decisão foi assinada pela desembargadora Carmecy Rosa Maria, no último dia 19.

Tormin é denunciado em 16 ações por assédio sexual e foi acionado pelo Ministério Público por nepotismo, improbidade administrativa e contratação de servido fantasma.

Veja a decisão:WhatsApp-Image-2020-02-21-at-10.17.06

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Adicionar comentário

Clique para comentar