Saúde

Dieta para baixar os triglicerídeos

dieta-para-triglicerideos_10823_l

A dieta para diminuir os triglicerídeos deve ser pobre em alimentos com açúcar e farinha branca, como pães brancos, doces, salgados e bolos. Esses alimentos são ricos em carboidratos simples, que favorecem o aumento dos triglicerídeos no sangue.

Quando o resultado de triglicerídeos está acima de 150 ml/dL, existe um risco aumentado para se ter problemas de saúde como doenças cardíacas e diabetes, por exemplo, mas que podem ser evitados ao seguir uma alimentação saudável e equilibrada. Por isso, veja a seguir 4 dicas para baixar os triglicerídeos através da dieta:

1. Reduzir o consumo de carboidratos simples

Dieta para baixar os triglicerídeos

Consumir muitos alimentos ricos em açúcar e farinha branca é a principal causa de triglicerídeos elevados, sendo importante evitar o excesso de produtos como açúcar, farinha de trigo, salgados, pizza, macarrão branco, pão branco, bolos, biscoitos em geral, sobremesas, refrigerantes e sucos artificiais.

Além disso, também deve-se evitar a adição de açúcar em alimentos preparados em casa, como sucos naturais, café e chá. Veja a lista completa de alimentos ricos em carboidrato e entenda quais são os melhores.

2. Evitar o consumo de álcool

As bebidas alcoólicas são ricas em calorias e estimulam a produção de triglicerídeos. A cerveja, por exemplo, além do álcool contém também um alto teor de carboidrato, e seu consumo elevado é uma importante causa de triglicerídeos e colesterol alterados. Conheça os efeitos do álcool no organismo.

3. Consumir gorduras boas

Dieta para baixar os triglicerídeos

As gorduras boas ajudam a controlar o colesterol e baixar os triglicerídeos, pois atuam como antioxidantes e anti-inflamatórios, melhorando a circulação do sangue e prevenindo problemas cardíacos, AVC e trombose, por exemplo.

Os alimentos ricos em gorduras boas são azeite, castanhas, amendoim, amêndoas, sementes de chia, linhaça, girassol, peixes como atum, sardinha e salmão, e abacate. Além disso, deve-se evitar o consumo de alimentos ricos em gordura processada, como salsicha, linguiça, presunto, mortadela, hambúrguer e comida pronta congelada.

4. Consumir alimentos ricos em fibras

Dieta para baixar os triglicerídeos

 Os alimentos ricos em fibras são frutas, verduras e alimentos integrais, como arroz integral, pão integral, macarrão integral, farelo de trigo e de aveia, aveia em flocos, quinoa, lentilha e sementes, como chia, linhaça, gergelim, abóbora e girassol.

As fibras ajudam e reduzir os picos de glicemia, que é o açúcar no sangue, melhorando o controle dos triglicerídeos e do colesterol, além de manter o intestino saudável e de combater a prisão de ventre.

Cardápio da Dieta para Triglicerídeos

A tabela a seguir traz um exemplo de cardápio de 3 dias para controlar os triglicerídeos:

Refeição Dia 1 Dia 2 Dia 3
Café da Manhã 1 xícara de café sem açúcar + 2 fatias de pão integral com ovo e queijo 1 copo de suco de laranja + 1 crepioca de queijo 1 xícara de café com leite + 1 tapioca com ovo + 1 tangerina
Lanche da Manhã 2 fatias de mamão com 1 col de sopa de aveia 1 banana + 10 castanhas de caju 1 copo de suco verde com couve e limão
Almoço/Jantar 4 col de sopa de arroz integral + 3 col de sopa de feijão + frango assado no forno com azeite e alecrim + 1 tangerina macarronada de atum e molho de tomate feita com macarrão integral + salada verde com azeite + 1 pêra cozido de carne com abóbora + arroz integral com brócolis, feijão e legumes salteados no azeite + 1 maça
Lanche da Tarde 1 iogurte natural batido com morango + 1 fatia de pão com queijo café sem açúcar + 3 torradas integrais com queijo 1 banana assada + 2 ovos mexidos + café sem açúcar

É importante lembrar que a dieta para controlar triglicerídeos deve ser acompanhada por um nutricionista, que também pode prescrever chás e remédios caseiros que ajudam a controlar esse problema.

Tatiana Zanin – Nutricionista
Tua Saúde

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Adicionar comentário

Clique para comentar