Brasil Economia

FGTS: confira serviço completo sobre o saque, que começa nesta sexta

FGTS

Primeiros pagamentos são para quem vai sacar até R$ 500. Saiba o que fazer com a grana extra.

Começa nesta sexta-feira (13/09/2019) o pagamento de até R$ 500 para trabalhadores com contas ativas ou inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O Ministério da Economia estima que devem ser liberados R$ 28 bilhões no mercado brasileiro ainda este ano e R$ 12 bilhões em 2019.

De acordo com o governo federal, 80% das 260 milhões de contas atualmente vinculadas ao FGTS têm saldo de até R$ 500. Nacionalmente, a medida deve beneficiar cerca de 106 milhões de trabalhadores.

O Sindicato do Comércio Varejista do Distrito Federal (Sindivarejista-DF) estima que 67% dos brasilienses devem usar o valor para quitar dívidas de cartão de crédito, mensalidade escolar e condomínio. O sindicato estima que o restante (33%) deve aproveitar para viajar ou fazer compras.

Modalidades

– Saque imediato: trabalhadores poderão sacar até R$ 500 de cada conta do FGTS, de acordo com o calendário divulgado pela Caixa, entre esta sexta-feira (13/09/2019) e 31 de março de 2020.
– Saque aniversário: a nova modalidade permitirá a retirada de parte do saldo da conta do FGTS anualmente, de acordo com o mês do aniversário do trabalhador.

Saque imediato

O cronograma para saque imediato será dividido em dois calendários: um para quem possui conta poupança na Caixa, com depósito automático; e outro para recebimento por não correntistas em outros canais de atendimento do banco, como lotéricas — ambos de acordo com o mês de aniversário.

tabela14

 

FGTS: confira serviço completo sobre o saque, que começa nesta sexta

Primeiros pagamentos são para quem vai sacar até R$ 500. Saiba o que fazer com a grana extra

agência brasilAGÊNCIA BRASIL

ATUALIZADO 13/09/2019 7:21

Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Ouça: FGTS: confira serviço completo sobre o saque, que começa nesta sexta0:0006:42Audima

Começa nesta sexta-feira (13/09/2019) o pagamento de até R$ 500 para trabalhadores com contas ativas ou inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O Ministério da Economia estima que devem ser liberados R$ 28 bilhões no mercado brasileiro ainda este ano e R$ 12 bilhões em 2019.

PUBLICIDADE

De acordo com o governo federal, 80% das 260 milhões de contas atualmente vinculadas ao FGTS têm saldo de até R$ 500. Nacionalmente, a medida deve beneficiar cerca de 106 milhões de trabalhadores. No DF, aproximadamente 1,6 milhão de brasilienses terão o direito ao saque, o que deve somar R$ 617 milhões, de acordo com a Caixa Econômica Federal.

O Sindicato do Comércio Varejista do Distrito Federal (Sindivarejista-DF) estima que 67% dos brasilienses devem usar o valor para quitar dívidas de cartão de crédito, mensalidade escolar e condomínio. O sindicato estima que o restante (33%) deve aproveitar para viajar ou fazer compras.

Modalidades

– Saque imediato: trabalhadores poderão sacar até R$ 500 de cada conta do FGTS, de acordo com o calendário divulgado pela Caixa, entre esta sexta-feira (13/09/2019) e 31 de março de 2020.
– Saque aniversário: a nova modalidade permitirá a retirada de parte do saldo da conta do FGTS anualmente, de acordo com o mês do aniversário do trabalhador.

Saque imediato

O cronograma para saque imediato será dividido em dois calendários: um para quem possui conta poupança na Caixa, com depósito automático; e outro para recebimento por não correntistas em outros canais de atendimento do banco, como lotéricas — ambos de acordo com o mês de aniversário.

Para receber na conta-corrente, o titular deve autorizar o depósito da quantia:

Nascidos entre janeiro e abril: o prazo era até o domingo passado (08/09/2019)
Nascidos entre maio e agosto: a autorização deve ocorrer até 22/09
Nascidos entre setembro e dezembro: prazo para autorizar o depósito vai até 04/10.

Para os correntistas que nasceram entre janeiro e abril e perderam o prazo de autorização, ainda é possível indicar o recebimento automático para a próxima data (27/09/2019), com os aniversariantes de maio a agosto. O pagamento antecipado para correntistas da Caixa só é válido para contas abertas até 24 de julho de 2019.

A solicitação deve ser feita pelo site da Caixa, Internet Banking Caixa, aplicativo FGTS, telefone 0800 724 2019 ou direto na agência.

Onde sacar o dinheiro

Saques até R$ 100 serão realizados em unidades lotéricas, mediante apresentação de documento de identificação e CPF. Para valores até R$ 500, os saques acontecerão nas unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui, com a apresentação do documento de identificação e do Cartão do Cidadão com senha; ou em terminais de autoatendimento, utilizando o CPF e a Senha Cidadão. Quem não possui Cartão do Cidadão deve ir a uma agência da Caixa.

Saque aniversário

Os interessados em migrar para o serviço devem comunicar à Caixa a partir do dia 1º de outubro deste ano. Quem optar pelo saque aniversário não poderá retirar o total da conta por motivo de demissão sem justa causa, mas tem direito à multa rescisória de 40%.

Quantia liberada no saque aniversário

O valor liberado será a soma de um percentual aplicado sobre o total do saldo das contas vinculadas e uma parcela adicional:

O trabalhador que tiver uma conta com saldo de R$ 280, por exemplo, poderá sacar R$ 140, após aplicação da alíquota de 50%. Em outro caso, se a conta tiver R$ 1.450, a quantia liberada será de R$ 585, resultado da alíquota de 30% sobre o valor total somado à parcela adicional de R$ 150.

Consulta de saldo

É possível conferir o saldo pelo site da Caixa, usando o CPF ou o número NIS/PIS/PASEP, após cadastramento. O trabalhador também pode pedir, por site ou pelo aplicativo, para que o saldo seja enviado mensalmente por SMS ou por e-mail. A cada dois meses, o saldo é enviado pelos Correios.

Valor restante na conta

O restante permanece na conta do FTGS e só poderá ser sacado em casos de aposentadoria ou compra da casa própria.

Trabalhadores com mais de uma conta

O trabalhador pode sacar até R$ 500 de cada conta vinculada ao seu nome. Quem tiver duas contas, por exemplo, poderá sacar até R$ 1.000. No entanto, não será permitido escolher duas modalidades de saque.

Saque não é obrigatório

Não há obrigatoriedade do saque. Para os donos de conta poupança da Caixa que não quiserem retirar o montante, é possível pedir o cancelamento da transferência automática pelo site da Caixa, pelo Internet Banking CAIXA e pelo aplicativo FGTS.

Deixar na conta ou sacar?

William Baghdassarian, professor de economia do Ibmec-DF, aconselha o trabalhador a fazer o saque mesmo que não tenha um destino imediato para a cifra. “Em uma aplicação financeira, por exemplo, há a possibilidade de ter o dinheiro liberado sempre que precisar usar”, explica. Na conta do FGTS, o trabalhador terá a retirada limitada para certas modalidades, como aposentadoria e aquisição da casa própria.

Apesar da distribuição de 100% do lucro do FGTS aos trabalhadores, válida a partir deste ano, o professor afirma que outras formas de aplicação continuam sendo mais vantajosas ao trabalhador.

Dicas de como usar o dinheiro

Baghdassarian aconselha que aqueles que precisam pagar alguma dívida usem o valor liberado para quitar o débito. Para quem não tem dívidas, vale a pena investir o dinheiro, dependendo do nível de renda do trabalhador, explica Baghdassarian.

“É possível colocar em uma aplicação de curto prazo ou na própria poupança, se for precisar de dinheiro logo. Para quem tem uma renda maior, dá para investir em algo mais arriscado”, afirma o professor.

Alerta

A Caixa informa que não envia links ou solicita confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp. O banco alerta que as únicas fontes seguras de informação ao trabalhador são os canais oficiais da instituição. Dúvidas podem ser tiradas pela central exclusiva, no telefone 0800 724 2019.

 Fonte Portal Metrópole

 

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Adicionar comentário

Clique para comentar