Tecnologia Viagens

Com custo de US$ 12,9 bilhões, China finaliza imenso aeroporto em formato de ‘estrela-do-mar’

images (12)

Formato futurista e projeto de Zaha Hadid são destaque no terminal que promete desafogar o tráfego no Aeroporto Internacional de Pequim.

Com um projeto que chegou a US$ 12,9 bilhões, Pequim acaba de ganhar o Aeroporto Internacional de Daxing, o segundo aeroporto internacional da capital chinesa. A obra conta com 700 mil metros quadrados e deverá ter um fluxo de 72 milhões de passageiros por ano até 2025.

Projetado pela Zaha Hadid Architects, o design do novo terminal chama a atenção. O plano arquitetônico buscou seguir princípios da arquitetura tradicional chinesa, com espaços interconectados em torno de um pátio. São seis “pontas” que se ligam a um saguão central, o que fez com que o projeto recebesse o apelido de “estrela do mar” pela imprensa local.

Além da questão cultural, a escolha pela estrutura compacta e radial minimiza as distâncias percorridas pelos passageiros entre o check-in e o portão de embarque, assim como entre portões de conexões entre voos. Os percursos foram limitados a 600 metros entre postos de controle e portões mais remotos, não existindo a necessidade da utilização de ônibus ou trens para o transporte de passageiros de um terminal a outro. Além de esteiras automáticas e sinalização clara, a ideia é que todos os serviços e comodidades dos passageiros estejam localizados na principal quadra central do projeto.

aeroporto-daxing-china-servicosSaguão de serviços do Aeroporto Internacional de Daxing

A sustentabilidade também foi um ponto considerado na construção do terminal, que incluiu 100% de coleta de água da chuva e utilização de painéis solares para disponibilização de energia elétrica. A estrutura em curvas parabólicas ainda permite a entrada de luz natural para dentro do aeroporto.

aeroporto-daxing-china-pronto-saguao
Estrutura do saguão do Aeroporto Internacional de Daxing. Imagem: Divulgação

As operações no Aeroporto Internacional de Daxing devem ter início em 30 de setembro de 2019, após a conclusão de seis testes, já em andamento. Também nesse período, devem ficar prontas rodovias, ferrovias e uma linha de metrô de alta velocidade, que vêm sendo construídas pelo governo chinês nas proximidades do terminal.

A ideia de um segundo aeroporto na capital chinesa surgiu para desafogar o Aeroporto Internacional de Pequim, que frequentemente tem atingido sua capacidade total. Considerado o segundo mais movimentado do mundo, recebeu mais de 101 milhões de passageiros apenas em 2018. Com a inauguração do novo aeroporto, espera-se que em quatro anos, a China assuma liderança no mercado de aviação mundial, superando os norte-americanos.

Fonte: Gazeta do Povo

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Adicionar comentário

Clique para comentar