ELEIÇÕES 2018

Conheça o Policial Federal que com sua pré-candidatura a Deputado Estadual aterroriza o elo corrupto da política goiana

IMG-20180413-WA0024

EleiçõesBLOG: COMO DECIDIU SER POLICIAL? Fui criado na cidade de Ipameri, interior de Goiás, onde possui uma Base Militar do Exército e desde bem pequeno admirei a formação militar e o trabalho policial, o que serviu de inspiração para ser Policial Federal.

BLOG: COMO INGRESSOU NA PF? Por meio de concurso Público prestado no ano de 1993. Era um jovem de 19 anos e vi surgir a oportunidade de seguir ou a carreira policial ou a militar. Para tanto comecei a dedicar aos estudos, no mínimo, 12 horas por dia, o que fazia utilizando livros emprestados, tendo em vista as escassas condições financeiras. Sendo que, na época, surgiu o tão sonhado concurso da Polícia Federal. Prestei o concurso e fui um dos contemplados por Deus.

BLOG: AREAS QUE TRABALHOU? Tive 4 lotações diversas. Presidente Prudente/SP, Brasília, Jataí/GO e há 15 anos estou lotado em Anápolis/GO. Em Presidente Prudente e Jataí trabalhei em várias áreas, tais como Núcleo de Operação, Cartório, Núcleo de Inteligência, etc, em Brasília fui lotado na INTERPOL e Anápolis estou há 13 anos à frente do setor responsável pela Segurança Privada.

BLOG: QUAIS CURSO FEZ? Sou Bacharel em Direito e Especialista em Gestão de Segurança Pública, e já fiz vários cursos de aperfeiçoamento profissional: Segurança Privada, Operações Táticas (ministrado pelo T.I.G.R.E/PR), Segurança de Dignitário, Combate a Corrupção e Lavagem de Dinheiro, Investigação de Desvio de Recursos Públicos, entre outros.

BLOG: PORQUE DECIDIU INGRESSAR NA CARREIRA POLÍTICA? Não temos atualmente na política alguém que de fato quer resolver os problemas da segurança pública – incluo nesse contexto a segurança privada, e a sociedade está carente de um especialista nesta área dentro da política, muitos entram mas usam de um discurso falacioso. Estamos entrando para resolver.

BLOG: É VERDADE QUE SUA CANDIDATURA É UMA ESTRATÉGIA ANTICORRUPÇÃO DOS POLICIAIS FEDERAIS? Sim. Ao longo do tempo os Policiais Federais vem fazendo uma verdadeira limpeza ética na política, porém percebemos que o resultado está aquém do que desejamos, então tivemos a ideia de lançar vários pré-candidatos a deputados federais e estaduais para criamos um elo de combate a corrupção dentro da própria política, usando nossos conhecimentos e treinamentos para essa luta.

BLOG: PORQUE A ESCOLHA PELO PLEITO A DEPUTADO ESTADUAL E NÃO DEPUTADO FEDERAL? Muitos pediam para sair pré-candidato a deputado federal, entretanto, percebi que nosso Estado está carente de alguém que lute contra a corrupção aqui dentro, que fiscalize o executivo estadual de verdade, que abrace as reclamações da sociedade quanto ao combate a corrupção nos órgãos públicos estaduais, além de ajudar a segurança pública local, ou seja, primeiro quero ajudar a arrumar a casa para depois, com a permissão e apoio dos goianos, ajudar o Brasil, vindo em 2022 para Deputado Federal. A verdade é que escolhi ser pré-candidato a deputado estadual por amor a Goiás.

BLOG: MUITOS DA SEGURANÇA PÚBLICA ENTRARAM E NÃO RESOLVERAM, PORQUE COM OS POLICIAIS FEDERAIS SERIA DIFERENTE? Na verdade para entrar na política representando este seguimento (segurança pública) precisam ser profissionais que tenham como ponto de partida a modernização e eficiência da segurança pública, e neste norte temos inúmeros Policiais Federais altamente gabaritados com essa visão, me incluo neste contexto. Algumas pessoas que se consideravam da segurança pública quando eleito foi uma decepção, pois fecharam os olhos, mantendo o sistema atual. Estamos entrando para acabar com o modelo atual e montarmos uma nova estrutura de segurança pública.

BLOG: PORQUE A DEFESA DA SEGURANÇA PRIVADA NA SUA PRÉ-CANDIDATURA? Sou atualmente Presidente Substituto do Setor de segurança privada na circunscrição de Anápolis, que abrange 28 municípios, atuando no setor há 13 anos, conheço toda legislação, bem como todas as necessidades do setor e dos profissionais que ali atuam. Hoje a segurança privada conta com uma estrutura anacrônica e abandonada. Precisamos modernizá-la, pois, este seguimento pode contribuir muito com a segurança pública e, automaticamente, com a sociedade, mas para isso precisa estar modernizado e funcionando. Segurança privada é parte integrante da segurança pública.

BLOG: O QUE A SOCIEDADE PODE ESPERAR DO SEU MANDATO? Primeiramente nossa luta permanente, utilizando de todos os mecanismos possíveis para combater a corrupção, e segundo a certeza de um trabalho onde buscaremos uma nova estrutura policial-investigativa como carreira única, ciclo completo, perícia moderna e autônoma, entre outras, o que proporcionará a desburocratização e desjudicialização da investigação criminal, tendo como resultado um enfrentamento mais efetivo a violência desenfreada que estamos assistindo em todo Brasil. Onde a minha caneta ou minha voz alcançar levarei esse trabalho.

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Adicionar comentário

Clique para comentar