ANUNCIEAQUI01
images (1)
Policial Violência

Polícia de SP prende falso entregador que matou jovem em assalto

ANUNCIEAQUI01

na miraAxcel Gabriel de Holanda Peres, 23, foi preso nesta sexta-feira (29/4); ele é assassinou Renan Silva, 20, com quatro tiros em assalto

A Polícia de São Paulo prendeu nesta sexta-feira (29/4) Axcel Gabriel de Holanda Peres, de 23 anos, o falso entregador de aplicativo que atirou quatro vezes em Renan Silva Loureiro, de 20 anos, em um assalto na noite de segunda-feira (25/4), no Jabaquara, zona sul da capital.images

Axcel responderá por latrocínio, roubo seguido de morte, por assalto a Renan e a namorada na Rua Frei Farto, no Jabaquara.

Imagens de câmeras de segurança, mostram o momento exato em que o jovem se ajoelha e diz: “Eu não tenho nada”.

O crime aconteceu por volta das 22h30. O assaltante vê o casal, passa de moto, e quando os jovens se aproximam de uma esquina, ele volta e rende Renan e a namorada. Ao ver a arma apontada para a namorada, Renan reage. O criminoso, então, atira quatro vezes em direção ao rapaz.

Antes de fugir, o assaltante leva o celular da namorada de Renan, que começa a chorar e pedir socorro. Nas imagens é possível ouvir vizinhos se aproximando e gritando “chama a polícia”.

Axcel Gabriel de Holanda Peres foi preso e vai passar por audiência de custódia. Ele é conhecido como Biel e tem 10 passagens pela polícia por roubo, receptação, desobediência e porte ilegal de arma. O suspeito também já ficou internado na Fundação Casa.

Opinião do blog do Alan Ribeiro Jornalismo de Verdade: infelizmente nossas leis são brandas e uma pessoa como essa de tamanha frieza não irá ter uma pena como merece, apenas com restrição de liberdade, o que ao meu ver é pouco para esse e muitos outros criminosos como ele. Parabéns pelo trabalho realizado pelas forças de segurança de São Paulo e aproveito para extender para todas polícias do Brasil.

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.