Religião

Continue crendo

IMG-20200430-WA0030

Quando os dias estavam difíceis na vida de Jó, ele passou a refletir e afirmou em Jó 3.24-26: “Pois me vêm suspiros em vez de comida; meus gemidos transbordam como água. O que eu temia veio sobre mim; o que eu receava me aconteceu. Não tenho paz, nem tranquilidade, nem descanso; somente inquietação”.

As palavras de Jó são as palavras de muitos. Os tempos de Jó eram difíceis, como talvez o seus o sejam hoje. Há na vida muitos dias difíceis; dias em que parece não haver “luz”. Há momentos que parecem que Deus poderia falar, mas não fala; Ele aparentemente mantém-se em silêncio. Nesses dias ficamos aflitos; achamos que não vale a pena continuar crendo.
Em tempos difíceis é preciso exercitar a fé; é preciso continuar crendo.

O maior exemplo bíblico foi o próprio Senhor Jesus. Antes de ir à cruz, sabendo da responsabilidade imposta, Ele foi ao jardim do Getsêmani e orou. Em Lucas 22.42 suas palavras foram: “Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua”. Jesus se rendeu ao Pai. Ele não foi liberto do “cálice”. O Pai não O livrou. Mas Ele, obediente, submisso e resignado cumpriu o plano perfeito do Pai, pagando na cruz o preço pelo pecado. Jesus continuou crendo quando da escuridão de Sua alma.

Ao seguir a Jesus não espere apenas dias de euforia e alegria, espere também por momentos de lutas duras e dificuldades. Nesses dias você precisa e deve continuar crendo nEle.

Lembre-se que Deus não lhe dará todas as respostas no momento, mas Ele promete estar com você quando a luta chegar. Ele está com você o tempo todo. A certeza de Sua presença é tudo o que você precisa.

Em seus tempos difíceis, continue crendo.

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Adicionar comentário

Clique para comentar