TRAGÉDIA

Ataque a tiros em escola deixa ao menos 10 mortos, em Suzano – SP

20190313102242296218i

O ataque ocorreu na Escola Raul Brasil, que atende alunos do ensino fundamental e médio.

Tiroteio em uma escola pública de Suzano, no interior de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (13/3), deixou ao menos 10 mortos, incluindo estudantes e os dois responsáveis pelo ataque. As informações são Polícia Militar de São Paulo. Há ainda feridos, que foram socorridos a hospitais próximos.A escola alvo do ataque é a Raul Brasil, que atende alunos do ensino fundamental e médio. Testemunhas disseram que os dois atiradores eram adolescentes que chegaram ao pátio da escola encapuzados e munidos de armas de fogo e facas, passando logo a disparar. Foram dezenas de tiros. Além dos atiradores, seis pessoas morreram no local, cinco alunos e um funcionário. Outras duas vítimas morreram no hospital.

Era perto das 9h30, hora do recreio, e o pátio estava cheio. Muitas pessoas correram e se esconderam nas salas de aula e nos banheiros. Outros alunos conseguiram deixar o prédio e foram abrigados por famílias que moram perto do colégio. Após o ataque, os atiradores tiraram a própria vida. Vídeos postados na internet mostram estudantes saindo do colégio por uma rua próxima ao colégio.20190313115426253614a 20190313115358109159o 20190313115339378156o

Além de equipes da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel Urbano (Samu), pais e familiares de alunos e funcionários se deslocaram para o colégio em busca de informações. O governador de São Paulo, João Doria, se deslocou até a escola em um helicóptero da PM e chegou à cena do crime pouco depois das 11h.

O secretário de Segurança de Suzano, Jeferson dos Santos, disse que a prioridade foi prestar socorro aos feridos e apoio aos alunos e familiares de vítimas. Ele disse ainda que a secretaria preparava a lista oficial de vítimas.

O Corpo de Bombeiros registrou o primeiro chamado de socorro às 9h50. A Polícia Militar recebeu ainda, em horários próximos, outros dois chamados. Um sobre suspeita de bomba nas imediações da escola e outro de um empresário baleado nas redondezas. Ainda não está clara a relação dessas duas ocorrências com o ataque à escola.

Fonte e fotos Correio Braziliense

Allan Ribeiro

Minha história com o jornalismo tem uma trajetória que começou a ser escrita aos 11 anos de idade, quando comecei a representar o jornal O Diário da Manhã.
O fiz por gostar de ler e de estar informado. De entregar o jornal passei a enviar notícias da cidade a serem publicadas.
Ao visitar o jornal, em conversar com o senhor Batista Custódio, surgiu a possibilidade de publicar artigos sobre temas específicos. Foi o que fiz, e ver a repercussão só me incentivou.
Deste ponto passei a publicar também no O Popular. Como a volta do Novo Horizonte ao futebol profissional integrei a equipe da Rádio Xavantes, graças a Deus, naquela oportunidade o time subiu para a divisão de elite.

Adicionar comentário

Clique para comentar